7 de dezembro de 2022
50 Anos Newton Mundo Newton Na Mídia Notícias

Em comemoração, Newton Paiva, promove debate entre diretores do ensino médio

Em 2022, o Centro Universitário Newton Paiva comemora o seu 50º aniversário, e ao longo de sua história cinquentenária, a instituição de ensino sempre foi espaço para discussões e proposições para a educação de Minas Gerais. Para celebrar esse ano tão especial para o Centro Universitário, serão realizadas diversas ações comemorativas.

A começar por esta quinta-feira, 26 de maio, o exato dia em que se comemora a fundação da instituição, o campus da Av. Silva Lobo foi palco de uma importante palestra com o educador e escritor Mozart Ramos, que também já foi diretor de articulação do Instituto Ayrton Senna. Na ocasião, diretores de escolas de ensino médio de Belo Horizonte marcaram presença para uma conversa sobre os desafios do ‘novo ensino médio’.

“A discussão sobre o tema é fundamental para que o êxito aconteça. E a iniciativa da reitora Camila Romeiro, de convidar as escolas públicas e particulares para tratar desse tema juntamente com as instituições de ensino superior é a articulação básica entre ensino médio e superior. Uma ponte orgânica entre os dois níveis de ensino, uma bela iniciativa”, destaca Mozart Ramos.

O escritor ainda complementa que, na sua visão, é um equívoco separar a educação básica do ensino superior. “Do ponto de vista organizacional é compreensivo você olhar a educação básica e o ensino superior. O que não é compreensível é a ausência de diálogo entre os dois níveis na construção de uma política de educação”, disse o educador.

Por fim, falando sobre o futuro da educação, professor Mozart destacou a importância de pararmos de somente olhar pelo retrovisor e olhar para o farol, para frente, e perceber que não podemos oferecer somente um modelo de educação, pois os estudantes aprendem cada vez mais de forma e em ritmos diferentes.

“Não dá mais para ter um ensino comum para todos os alunos, o ensino médio tem um papel importantíssimo, é a ponte para o ensino superior e o mundo do trabalho. As pessoas precisam de novas competências, além das meramente cognitivas, elas têm que desenvolver pensamento crítico, resiliência, abertura ao novo”, concluiu.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments