5 de outubro de 2022
Notícias Tecnologia

Nest Audio, da Google, consolida corrida tecnológica dos comandos de voz

Por Geraldo Paim

OK, a era dos assistentes virtuais chegou. Após o sucesso da Alexa, da Amazon, o Google rapidinho providenciou a segunda geração do seu alto-falante inteligente, ou poderíamos dizer, o “faz tudo digita”, que pode ser ativado com o famoso comando “Ok, Google”. Agora, o Nest Mini, original de 2019, cresceu e se chama Nest Audio.

Sintoma ou não do isolamento, que tem forçado as famílias a ficarem mais em casa, fato é que as buscas por ‘automação residencial’ cresceram 178% em março de 2021, em relação ao mesmo período do ano passado. Momento mais que oportuno para o lançamento.

Apresentado nos EUA em setembro do ano passado, o brinquedo chegou às terras brasileiras em abril de 2021, por R$ 849, mais barato que o Alexa Show 10 (R$ 1.899) e mais caro que o Alexa Echo (R$ 749). Quando chegou ao mercado, o Google Nest Mini custava R$ 349. Inclusive, quem tem o aparelho antigo pode integrá-lo ao novo modelo para ações simultâneas. O Nest Audio está disponível nas cores giz e carvão. Pesa 1 kg, 800 gramas a mais que o Mini.

De formato mais retangular, ele tem 17,5 cm de altura e 12,4 cm de largura, enquanto seu antecessor possui 10 cm de diâmetro em design circular. Confeccionado com 70% de plástico reciclado, conta com um tweeter de 19 mm (para frequências mais altas, ou agudas) e um mid-woofer de 75 mm (para os meios e graves). Medidas bastante próximas às da Amazon Echo, cujo tweeter tem 20 mm, enquanto o woofer tem 76 mm.

Para quem precisar, o Nest Audio traz ainda botões, aquelas coisas que a gente usava antigamente: “Play/Pause”, “Abaixar Volume” e “Aumentar Volume”.

Mais áudio, melhor hardware

Na nota de lançamento, Maia Mau, chefe de marketing de hardware do Google para a América Latina destacou a qualidade e potência de áudio e do hardware como diferenciais do produto. Isso faz com que o volume e equalização do som se adeque sozinho ao estilo de música tocado e ao ambiente.

O aparelho pode ser conectado à TV, desde que você tenha o Chromecast, recurso de transmissão do Google. Já para ligar o dispositivo ao seu celular, é necessário instalar o app Google Home.

Conversando com o futuro

São 3 microfones de longo alcance para captar os comandos de voz. E ele reconhece até seis vozes diferentes – configurando o Voice Match, presente no Google Home. Aí basta começar a conversa, que pode incluir previsão do tempo, trânsito, traduções, receitas e até aquele auxílio com a lista de compras.

Claro que você pode desabilitar o microfone quando quiser. O Google garante que o aparelho não ouve você quando o recurso está desativado. Os seus dados pessoais usados nesse relacionamento também podem ser limitados e controlados: é permitido ainda apagar o histórico de pesquisas.

Lâmpadas, abajur, aspirador e interruptores podem ser conectados ao Nest Audio para que você controle esses equipamentos por voz. Ah, é preciso lembrar que esses produtos precisam ser compatíveis com a tecnologia do Nest, para que funcione a integração. Isso o desenho dos Jetsons não previu. Ou talvez eles quisessem poupar esse lado do capitalismo das crianças.

Assim como os espectadores dos Jetsons, você também sonha com um mundo cada vez mais tecnológico? Já pensou em entrar de cabeça nesse universo em plena e constante expansão? Conheça nosso curso de Especialização em Inteligência Artificial Aplicada (Machine Learning).

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments