5 de outubro de 2022
Carreira Notícias

Como fica o networking durante o distanciamento?

Por Leilane Stauffer

Entre as orientações de prevenção ao novo coronavírus, especialmente por causa do contágio, a medida mais difundida para tentar conter a pandemia é evitar ao máximo sair de casa e ter contato físico com outras pessoas. Se para muitos o conceito de networking está ligado exclusivamente a conversas presenciais, com a tradicional troca de cartões, um novo olhar sobre essa ação profissional deve ser acolhido.

Neste momento, especificamente, em que podemos nos questionar quão apropriado seria entrar em contato com alguém sem saber ao certo como ela está encarando todos os desafios profissionais e pessoais para atravessar a pandemia, uma mensagem valiosa sobre o networking se sobressai: a importância de mantermos relações sociais.

A discussão foi levantada, inclusive, pela OMS (Organização Mundial de Saúde). Ao invés de reforçar a expressão “distanciamento social”, a organização sugere o termo “distanciamento físico”, pontuando que o contato por meio de conexões sociais, sem a presença física, é saudável e necessário. O mesmo vale para assuntos profissionais. Manter diálogos durante a pandemia pode ajudar as pessoas a se sentirem apoiadas. Mas como conduzir o networking agora?

Manter conexões profissionais significa investir tempo em conhecer pessoas, ter conversas e desenvolver ações que agreguem valor. Separamos três dicas que podem ser interessantes para você se dedicar neste período.

Observe o seu meio: analisar o cenário e pensar em ações práticas que impactem a sua comunidade é um passo primordial para quem deseja promover conexões autênticas. A própria área do Empreendedorismo nos ensina e chama atenção para o valor de nossos projetos se direcionarem às necessidade do outro, entendendo as “dores” do momento e sendo efetivo nas ações.

– Desenvolva ações de apoio e esteja disponível: identificando as necessidades do próximo, é possível entender como podemos ser úteis neste período. Ações como apoiar trabalhos de amigos e utilizar seu tempo livre para ajudar alguém com ferramentas tecnológicas que você já domina demonstram empatia e nos conectam de forma genuína. Em entrevista para a Forbes, a escritora e especialista em redes Kelly Hoey pontua que no momento em que contribuímos com as necessidades imediatas de outras pessoas em nossa rede, é muito mais provável que elas estejam disponíveis para quando precisarmos.

– Amplie a sua rede: o momento reforça a importância de mantermos contato e fortalecer nossas redes. Uma ideia para isso é ingressar em grupos nas redes sociais digitais que correspondam aos seus interesses e interagir de forma a contribuir com aquela comunidade.

O que você considera importante para desenvolver um bom networking? Compartilhe com a gente!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments