27 de setembro de 2022
Carreira Notícias

Em busca do primeiro emprego? Veja 5 passos para montar o seu currículo

Por ítalo Mendes

O começo da caminhada para conquistar a independência financeira pode ser complicado para quem deseja provar que é a pessoa certa para uma vaga, mesmo sem ter qualquer experiência no mercado.

Conquistar a atenção de um recrutador sem um portfólio ou registros de empregos anteriores exigirá um cuidado especial com outras informações do currículo que podem fazer com que você se destaque entre os demais candidatos.

Por isso, elaboramos uma lista com 5 passos importantes que não podem faltar na elaboração do currículo de quem está buscando o primeiro emprego. Veja:

1 – Comece pelo básico

Inicie a sua apresentação com os dados necessários de identificação. Parece simples, mas são pontos fundamentais que podem desclassificá-lo. Se, por exemplo, a vaga exige que o novo contratado tenha a idade mínima de 18 anos, você pode ficar de fora simplesmente por não incluir este tópico.

Além deste, não deixe de colocar seu nome completo, cidade, região, estado civil, e-mail e telefone. Lembrando da importância de ficar atento a esses contatos pessoais listados, para não correr o risco de perder uma mensagem ou ligação convidando para a entrevista.

2 – Defina seus objetivos

Defina brevemente a sua área de atuação e interesse, traçando paralelos com a vaga. Cite os cargos ou campo de trabalho que deseja e descreva os objetivos, evitando discursos vagos como:

“Quero essa vaga para aprender e trabalhar junto com uma equipe que me possibilite crescer profissionalmente.”

Seja mais específico. Confira o exemplo abaixo:

“Busco me profissionalizar na área de marketing, conhecendo os processos de atendimento ao cliente e da elaboração das estratégias de vendas.”

Observou a diferença entre os dois discursos?

3 – Destaque seus conhecimentos

Para quem não tem prática trabalhando, o primeiro diferencial está naquilo que você conhece e pode agregar para a empresa. Também é uma maneira direta de compensar a inexperiência pela visão de que você é alguém que está sempre buscando novos conhecimentos.

Além de inserir seu grau de escolaridade, acrescente todos os cursos, voluntariados, palestras, conferências ou workshops que possam contribuir para esse cargo. Coloque o nome da formação ou atividade, a carga horária, instituição responsável, período em que foi realizado e tudo aquilo que possa apresentar as referências para o recrutador.

Lembre-se de pautá-las na ordem das mais recentes para as antigas e de só deixar aqueles elementos que tenham ligação com as definições da vaga.

4 – Idiomas

Apesar de também estar no âmbito das formações, o conhecimento de outros idiomas tem grande relevância e pode ser inserido separadamente para valorizar o seu currículo, principalmente se essa for uma exigência da vaga. Coloque todos os que você tem conhecimento e diferencie o nível, entre básico, intermediário e avançado.

5 – Atenção ao layout

Não adianta ter todas as informações necessárias se elas estiverem mal diagramadas. Elabore um modelo de currículo ou apresentação de portfólio visualmente atrativo. Sites como o Gerador de Currículo, ResumUP ou Kickresume podem ajudar você.

Bônus

Revise o seu texto para evitar qualquer tipo de erro ortográfico que possa passar a ideia de desconhecimento ou desleixo com o material enviado.

Agora é só aguardar o momento decisivo da entrevista. Se você também tem dúvidas ou receios sobre essa etapa, acesse a nossa série de textos já produzidos sobre esse tema. É só clicar aqui.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments