25 de setembro de 2022
Carreira Notícias

Liderança situacional: conheça esse modelo para ser um líder melhor

Por Erika Dias

Ser um líder envolve habilidades que vão além do cargo que você desempenha em uma empresa. Sabia que o nível de maturidade está diretamente conectado ao seu papel de liderança? Para Paul Hersey e Ken Blanchard, fundadores da Teoria da Liderança Situacional, apontaram essa questão. Quanto mais você se adapta a diferentes situações, de forma equilibrada e conectada à sua equipe, mais você conquistará a eficácia como líder.

Para o modelo de liderança situacional, não existem tipos de liderança melhores do que outros, mas sim estratégias fundamentais para utilizar em cada situação apresentada no dia a dia do trabalho. Por isso, é necessário ao líder ser flexível e utilizar diversos meios para conquistar o melhor da sua equipe e das pessoas ao seu entorno.

A liderança situacional convida a observar tarefas, entender a natureza do grupo e perceber todas as situações, desafios e possibilidades inerentes aos trabalhos e equipes para ser bem-sucedido. O ajuste da liderança e a maturidade, portanto, são os elementos-chave desse modelo. Confira abaixo outros modos de ser um líder situacional, apresentados por Hersey e Blanchard, e que podem ser fundamentais para o desenvolvimento da sua liderança.

– Direção

O líder precisa direcionar os integrantes da equipe para que eles entendam, da melhor maneira, o que se deve fazer e como fazer. A direção também deve ser trabalhada paralelamente com a conquista da confiança, contribuindo para o diálogo entre os trabalhadores.

– Orientação e apoio

Além da troca constante entre colaboradores e líderes, é fundamental oferecer apoio em todas as situações e os chamados feedbacks, com sugestões, melhorias que contribuam para a motivação de toda a equipe. Essa forma de colaboração contribui para enriquecer processos da empresa e fortalece a estrutura organizacional. Ainda eleva o nível interno de satisfação.

– Autonomia

É fundamental que o líder também aprenda a se afastar da cena para deixar os membros de uma equipe assumirem responsabilidades e desenvolverem sua maturidade dentro da empresa. Mais autonomia pode garantir ainda o crescimento da confiança entre a equipe, uma vez que todos entendem seus papéis.

Para se tornar um líder melhor, os modelos de liderança podem ser aplicados gradualmente, a fim de ampliar a compreensão sobre as relações de trabalho, otimizar os processos e tarefas rotineiros e construir um ambiente de confiança e satisfação entre as equipes e líderes. Uma sugestão para todos que querem desenvolver seu papel como líder e serem reconhecidos por sua liderança.

Quer entender mais sobre os processos de liderança situacional? Conheça o MBA em Desenvolvimento de Lideranças ofertado pela Newton. Clique aqui e saiba mais.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments