27 de setembro de 2022
Cultura Notícias

Os Ventos do Inverno estão chegando…

Por Lígia de Matos

Não, não é mentira, é uma promessa. George R. R. Martin, autor da saga “As Crônicas de Gelo e Fogo”, que deu origem à série Game of Thrones, disse em seu blog pessoal que o sexto livro será lançado oficialmente em 2021. O título será “Winds of Winter”, Os Ventos do Inverno em tradução livre, pois o nome oficial ainda não foi anunciado no Brasil.

Foi um hiato de nove anos, desde a publicação do quinto livro “A Dance with Dragons” (A Dança dos Dragões). Os fãs já haviam ‘quase’ perdido as esperanças, mas a pandemia e o isolamento social deram a Martin o tempo que ele precisava para trabalhar na obra.

Segundo trechos do blog, ele revelou que quando não estava preocupado com os resultados das eleições dos Estados Unidos ou pensando sobre os problemas do mundo, estava escrevendo o próximo livro.

“Não, desculpe, ainda não está pronto, mas eu cheguei ainda mais perto. É um livro bem grande. Tento não insistir muito nisso. Escrevo um capítulo por vez, uma página por vez, uma frase por vez, uma palavra por vez. É o único caminho. E às vezes eu reescrevo.”

Segundo George R. R. Martin, além de escrever novos capítulos, ele tem revisado alguns antigos, incluindo novos detalhes e mudando trechos já prontos, pois costuma ajustar as coisas constantemente e, às vezes, vai além e move coisas, combina capítulos, divide e reordena. “Foi assim que os primeiros cinco livros foram escritos.”

No entanto, Martin pede calma aos fãs e explica que ainda há muito trabalho a fazer. “Verdade seja dita: estou passando mais tempo em Westeros do que no mundo real, escrevendo todos os dias. As coisas estão bem sombrias nos Sete Reinos… mas talvez não tão sombrias quanto podem ficar no mundo real…”.

Não é spoiler

O autor também revelou que o sétimo e último livro da saga terá um final diferente do que foi apresentado na série de televisão pois, na verdade, há muitas diferenças entre os livros e os episódios e seria natural isso ocorrer. Game of Thrones teve oito temporadas e sua exibição terminou em 2019.

Martin não falou especificamente sobre como será o fim, mas deixou claro que o final exibido não contém a história completa. “As pessoas conhecem um fim, mas não o fim”, disse o autor. “Os criadores da série de TV me ultrapassaram, o que eu não esperava.”

E por falar em TV, a HBO lançará a série “House of the Dragon”, que se passará antes dos acontecimentos de Game of Thrones, com foco na Casa Targaryen e sua história, mas ainda sem data prevista para o lançamento. O autor adiantou que a produção está a todo vapor.

Contextualização

Para quem não conhece os livros ou a série de TV – ou acabou de chegar de outro planeta – “A Song of Ice and Fire” (As Crônicas de Gelo e Fogo) é uma série de livros de alta fantasia escrita pelo romancista e roteirista norte-americano George R. R. Martin. Ele começou a desenvolvê-la em 1991 e o primeiro volume foi lançado em 1996. Originalmente concebida para ser uma trilogia, a saga consiste em cinco volumes publicados, com mais dois planejados:

1. A Game of Thrones – A Guerra dos Tronos (1996)

2. A Clash of Kings – A Fúria dos Reis (1998)

3. A Storm of Swords – A Tormenta de Espadas (2000)

4. A Feast for Crows – O Festim dos Corvos (2005)

5. A Dance with Dragons – A Dança dos Dragões (2011)

6. The Winds of Winter – (promessa de lançamento em 2021)

7. A Dream of Spring (só Deus sabe)

Os livros narram os acontecimentos dos Sete Reinos, onde uma guerra pela posse do Trono de Ferro é travada. A história se desenvolve principalmente no continente de Westeros, mas também em uma extensa terra ao leste, chamada Essos.

Daenerys Targaryen (Emilia Clarke)

Existem três argumentos principais na história que se interligam no decorrer dos livros: a crônica de uma guerra civil entre várias famílias concorrentes pelo controle dos Sete Reinos; a ameaça crescente das criaturas sobrenaturais conhecidas como “Os Outros”, que habitam além de uma imensa muralha de gelo ao Norte; e a ambição de Daenerys Targaryen, a filha exilada de um rei louco deposto 15 anos antes em outra guerra civil, prestes a voltar à sua terra e reivindicar seu trono por direito.