29 de maio de 2024
Notícias

Pets auxiliam no tratamento de ansiedade e depressão, além de estabilizar alergias respiratórias

Um estudo da Human Animal Bond Research Institute (HABRI) com dois mil tutores de pets aponta que 74% relataram melhora na saúde mental em decorrência da relação com seu animal de estimação. Muitos tratamentos são realizados com a interação de humanos e animais, especialmente quando se fala de transtornos psicológicos. Assim, a companhia de um cão ou de um gato, por exemplo, se torna ainda mais valorizada, como nos mostra Eudes Otoni, veterinário da clínica escola do Centro Universitário Newton Paiva.

Segundo o especialista, os pets podem ajudar a lidar com depressão, ansiedade e outras comorbidades. Existem relatos de muitas pessoas que se recuperaram de várias doenças e hoje vivem muito bem por conta da companhia do seu animalzinho. “Só de ter a responsabilidade de cuidar de um outro ser vivo já é algo que muda muito o âmbito e a condição de vida do ser humano”, explica o veterinário.

Além disso, cães e gatos podem ajudar a estabilizar doenças respiratórias. “Em determinadas situações, a exposição àquilo que causa a alergia pode fazer com que o corpo crie um nível de resistência”, conta Eudes. No entanto, para quem possui uma sensibilidade maior, pode acontecer a piora dos sintomas. Assim, é preciso ficar atento e procurar um especialista.

Criar um pet pode ajudar também a reduzir a pressão sanguínea, o colesterol e o nível de triglicérides, auxiliando na prevenção contra-ataques do coração e outras doenças cardiovasculares, isso segundo pesquisas dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e do Instituto Nacional de Saúde (NIH), nos Estados Unidos. Além disso, estimulam a atividade física do tutor por levarem o cão para passear ou brincarem com seus gatos dentro de casa.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments