25 de setembro de 2022
Carreira Notícias Tecnologia

5 motivos para evitar softwares pirateados em sua empresa

Por Ítalo Mendes

Por que investir em um programa original se hoje em dia é tão fácil baixar uma versão gratuita? A pergunta que pode suscitar uma resposta básica – “É mais econômico!” – também abre brecha para uma série de equívocos pouco considerados, principalmente quando o assunto é instalar e utilizar um software para uso profissional.  

Para começar esse debate, é importante não confundirmos as facilidades que a internet promove com irresponsabilidades ao usá-la. Por isso, listamos pra você alguns motivos que podem fazer você considerar a contratação da licença para todos os programas que deseja utilizar em seu trabalho.  

1 – O barato pode sair caro 

De acordo com a Lei 9.610/1998, que diz sobre a violação de direitos de autores de programas de computador, a pena para quem utilizar esses produtos sem autorização pode ser de 6 meses a 2 anos de detenção ou multa. Caso seja para comércio, a pena aumenta para de 1 a 4 anos de reclusão e multa.  

Se a rotina da sua empresa depende de softwares específicos, vale a pena encaixar essa verba no orçamento anual para prevenir gastos e punições inesperadas no futuro. Vale também considerar os prejuízos que isso pode ocasionar para a credibilidade da empresa. 

2 – Ficar pra trás no mercado 

A partir do momento em que é instalada em seu equipamento uma aplicação pirata, que utiliza os famosos “cracks” e quebram o sistema de segurança, você deixará de receber as prováveis atualizações que esse programa terá ao longo do tempo.  

O resultado é que você acaba perdendo oportunidades de aprimorar e agilizar os seus serviços. Enquanto isso, o seu concorrente, que investiu nas versões originais, pode sair na frente e ganhar o mercado. Mais uma vez, tentar economizar pode não ser tão vantajoso assim.  

3 – Arriscar a sua segurança 

Baixar uma ferramenta corporativa sem ter a certeza da procedência é um risco que pode deixar a sua rede empresarial mais vulnerável. Essa pode ser a oportunidade perfeita que um hacker está esperando para acessar e corromper o sistema utilizado, o que pode resultar na paralisação do trabalho ou mesmo no vazamento de dados pessoais seus e de clientes.  

Outra dica é evitar, principalmente, os antivírus pirateados, que podem dar uma falsa sensação de segurança.  

4 – Desempenho 

Softwares piratas tendem a travar mais por motivos que às vezes você nem consegue identificar. E se você é um simpatizante da Lei de Murphy, sabe que isso acontecerá no pior momento possível: antes de fechar a apresentação de uma reunião que começa daqui 30 minutos; ou quando você esqueceu de salvar todo o seu trabalho de horas e terá que começar tudo de novo.  

A escolha pela versão paga será um diferencial para performance não apenas do programa, mas também dos usuários.  

5 – Suporte  

Na ocorrência de alguma dúvida ou erros no desempenho de um software, a solução mais viável é entrar em contato diretamente com o suporte técnico, que será efetivo e ágil em resolver o problema para você ou em apontar uma solução. 

Esses canais diretos de comunicação especializada são um dos grandes benefícios das versões pagas e podem incluir treinamentos e recursos online para aprimorar a sua usabilidade.  

Gostou das dicas? Aproveite para visitar nossas redes sociais e sugerir outros temas. No Blog da Newton você encontra conteúdos diversos sobre carreiras, tecnologia, cultura, curiosidades e muito mais. 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments